A serpente do supermercado

A serpente do supermercado:

Há alguns anos, em um grande supermercado de Fortaleza, os pais de uma criança que acabavam de chegar para fazer compras colocaram o filho recém nascido num carrinho daqueles que possui um compartimento para bebês. Fizeram as compras em, no máximo, uma hora enquanto o filho dormia. Ao final, já no caixa, descobriam que o bebê não estava dormindo, mas fora mordido por uma cascavel, que estava escondida no carrinho. A criança teve morte imediata. O supermercado pagou uma gorda indenização e o caso foi abafado. Parecido com o que aconteceu em São Paulo, em uma grande rede de fast-food, o caso de uma menina que estava brincando na “casa de bolinhas”, um tipo de cercadinho cheio de bolinhas de plástico, e sentiu uma dorzinha do braço. Os pais não ligaram muito. A criança morreu duas horas depois. Por insistência da mãe, retiraram as bolinhas e encontraram um ninho de serpentes ainda pequenas dormindo embaixo das bolas.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *